Fauvismo

 

Apresentação Web realizada para a disciplina de 
Iconologia II 

UFPEL


 


     

 

 

 

 


Othon Friesz

Émile-Othon Friesz, nasceu em Le Havre, em 1879. Foi incentivado por seus pais para se tornar um pintor e 1892, logo que ele começou a formação na Ecole des Beaux-Arts, em Le Havre, onde trabalhou em Charles-Marie Lhullier da oficina. Foi lá que ele se reuniu com Raoul Dufy e George Braque, com quem desenvolveu uma duradoura amizade e viajou. Em 1897 foi concedida uma bolsa Friesz e estudou até 1903 sob Léon BONNAT, na École Nationale Supérieure des Beaux-Arts de Paris. Ele reuniu-se com Charles Henri Manguin, Albert Marquet, Henri Matisse e Charles Camoin. 


Othon Friesz - The Port of Anvers 1906

O pintor fez sua estréia artística em 1900, no Salão da Société des Artistes Français. Em seguida, expôs trabalhos em 1904 na primeira Salon dAutomne e novamente em 1906, no Salon des indépendants. 


Othon Friesz - Landscape of La Ciotat, 1907

Viajou extensivamente a Portugal em 1911 e para a Bélgica em 1912, estadias em Munique e Düsseldorf. Friesz participou em exposições não só em toda a Europa, mas também no Armory Show, em Nova Iorque, bem como em Chicago, ensinou entre 1912 e 1921 na Académie Moderne, em Paris, a partir de 1925 na Academia Scandinave e a partir de 1944 na Academia da la Grande Chaumiere. Um excelente trabalho é a decoração que fez com Raoul Dufy para o Palais de Chaillot, por ocasião da Feira Mundial em Paris, em 1937. Muitas de suas obras, especialmente a partir de 1907, são considerados como os mais audaciosos exemplos de Fauvismo.